domingo, 22 de março de 2015

Por que estudar Geografia?

Sempre me perguntei: Por que estudar Geografai? O que eu ganharia com isso? Qual o propósito? Mas o que seria da escola se não fosse a Geografia. Como saberíamos de tantos lugares do planeta se não estudássemos essa matéria. Afinal ela me ajudou a ser apaixonada pelo planeta que eu vivo. Não só pelas coisas lindas do nosso universo, mas também pelos detalhes simples que tornam tudo mais significante quando a estudamos.
Pra mim, estudar Geografia é saber o lugar onde você está, a sua dimensão, as coisas tão pequenas que nos encantam e que se não estudássemos, nunca saberíamos totalmente; além de todas as matérias terem coisas em comum, às vezes acho que a Geografia abrange um pouco de cada uma delas.
É impressionante o poder do universo que cada vez que estudamos por meio da Geografia nos encantamos.
Hoje vejo que estudar Geografia não é cansativo; estudar o nosso planeta e o meio ambiente é prazeroso e merece muita atenção!

Texto produzido pela aluna do 9º ano BM, Brenda Matos​.
Por que estudar Geografia?

Para descobrir o mundo onde vivemos, tudo que existe nele como os rios, os climas e regiões. É com certeza uma matéria interessante, até porque no livro de Geografia tem um mundo.
Com Geografia aprendemos como algumas coisas se formam e como se destroem como, por exemplo, as montanhas, as rochas, os continentes, os planetas.
Minha maior curiosidade em Geografia são os planetas; de que são, como foram formados, como ficam flutuando sem cair. Será que tem vida em algum deles?

Texto produzido pelo aluno do 9º ano BM, Arivan Aquino Queiroz.
DIA MUNDIAL DA ÁGUA

sexta-feira, 20 de março de 2015


Por que estudar Geografia?

Estudando Geografia podemos entender melhor o mundo em que vivemos, compreender como os diferentes povos se relacionam com a natureza, identificar as principais características do lugar onde moramos, bem como as diferenças e semelhanças entre este e outros lugares.
A Geografia estuda o espaço geográfico. Esse espaço é constituído por muitos lugares com diferentes paisagens.
O espaço geográfico está em permanente mudança. Ele é produzido e modificado ao longo da história pelo trabalho humano e pela natureza.


sábado, 14 de março de 2015


Olá galera!

Estamos de volta a mais um ano letivo.
Desejo boas vindas a todos e um ano repleto de produções de conhecimentos e muita interatividade.
Nosso blog estará à disposição de vocês para partilharmos muitos conhecimentos geográficos e espero que todos participem ativamente deste espaço de construção da aprendizagem.
O blog é nosso, portanto, vamos utilizá-lo!

Abraços!!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

REGIONALIZANDO O MUNDO


 Para estudar os países do mundo é necessário fazer uma regionalização que consiste em agrupar os países a partir de determinados critérios, como aspectos físicos (localização geográfica) e socioeconômicos (cultura e economia).
Atualmente o mundo é dividido em cerca de aproximadamente 200 países com características distintas na organização política, territorial, econômica, social e cultural.
   Possibilidades de regionalização dos países do mundo:
 Países ricos e pobres – Considera a economia dos países e dessa forma eles são classificados como países do Norte ou Sul, Centrais ou Periféricos, Desenvolvidos ou Subdesenvolvidos. Essa divisão não obedece a linha do Equador, mas há uma linha sinuosa separando os países ricos dos países pobres.
 Países do Hemisfério Norte e Países do Hemisfério Sul.
 Por continentes _ Considera a localização geográfica dos países, bem como seus aspectos culturais.
Pela cultura 
NAÇÃO: A MARCA DA IDENTIDADE COMUM



NAÇÃO: pessoas, que pertencem a um determinado grupo, partilham a mesma cultura e
compartilham desse sentimento de pertencimento. São grupos que têm uma identidade.
TERRITÓRIO: lugar onde a nação habita.
  ESTADO:  governo que comanda a nação.
 Nem toda nação tem um território delimitado.  Ex. A nação curda que habitam a fronteira entre o norte do Iraque e a Turquia desde o fim da IIGuerra Mundial, constituem uma nação sem território.
 Existem também territórios delimitados com Estado constituído, porém habitados por mais de uma nação (Estados binacionais).  Ex. Ruanda e Burindi, na África são países compostos por dois grupos étnicos.
O Brasil tem seu Estado constituído, o território delimitado e uma nação, formada por sua população.