sábado, 6 de novembro de 2010

CENTRO-OESTE: EXPANSÃO DO POVOAMENTO





A partir de meados do século XVII, expedições bandeirantes saíam da vila de São Paulo, próxima do litoral, rumo ao interior do Brasil. Assim, alcançaram as terras do atual Centro-Oeste e ocuparam esse território. 
Essas expedições tinham como meta aprisionar indígenas para o trabalho escravo e também procurar pedras e metais preciosos. A descoberta do ouro na região, no século XVIII, atraiu grande contingente populacional e levou à formação de vários povoados que, com o passar do tempo, transformaram-se em cidades.
Do final do século XIX até meados do século XX, algumas expedições oficiais foram realizadas com o objetivo de diminuir o isolamento do Centro-Oeste em relação às demais regiões do país. Como resultado dessas expedições, algumas cidades foram fundadas e estradas foram abertas.
Uma das grandes expedições para o Centro-Oeste foi comandada pelo Marechal Rondon. Na década de 1940, o então presidente Getúlio Vargas lançou um novo projeto para intensificar a ocupação do Centro-Oeste, que ficou conhecido como a “Marcha para o Oeste”.
Ainda na década de 1940, o governo federal procurou intensificar o povoamento do interior do país, fundando vários núcleos populacionais originários de projetos de colonização no Centro-Oeste. As primeiras áreas de colonização foram em Ceres (Goiás) e Dourados (Mato Grosso do Sul).
 Foi nas décadas de 1960 e 1970, entretanto, que os projetos de colonização se intensificaram. Para atrair os fazendeiros do Sul e do Sudeste para o Centro-Oeste, o governo oferecia alguns incentivos, tais como terras a baixo custo e empréstimos financeiros.
A transferência da capital do país para Brasília, foi outra importante estratégia para integrar o Centro-Oeste ao espaço geográfico nacional. A cidade começou a ser construída em 1957, no governo do presidente Juscelino Kubitschek, e teve a sua inauguração oficializada em 21 de abril de 1960. A construção da nova capital gerou a abertura de estradas e o movimento de várias frentes de migração para a região.
No ano da inauguração, a população da cidade era de aproximadamente 150 mil habitantes. No ano 2000, o censo demográfico do IBGE registrou uma população de mais de 2 milhões de habitantes para a cidade de Brasília. No ano de 2005, esse número era estimado em mais de 2.300.000 habitantes. Esses índices fazem de Brasília a cidade mais populosa do Centro-Oeste.















6 comentários:

Lis disse...

Esse texto eh muito interessante pró te adoro! Uma tia minha t la no centro oeste! bjs!

Stephani Christ disse...

Queria saber como é feita a divisão agropecuária aqui no brasil

Amanda Cardoso disse...

Adorei me ajudou muito no trabalho de geografia!

Gabriel Vieira disse...

isso concerteza e uma farça pois videos ajudam mais entra em xvideo.com

Juliana Gouveia disse...

Queria sabe porque brasilia foi considerada como estratégia de integração do centro oeste?

Unknown disse...

Qnsbdbfb