terça-feira, 26 de outubro de 2010

A ECONOMIA DA REGIÃO SUL

A participação da Região Sul no Produto Interno Bruto (PIB) do país corresponde a 17,7%. A partir da década de 1970, as atividade agrárias cederam lugar às atividades das indústrias, do comércio e dos serviços.
Contudo, a Região Sul ainda é importante produtora agropecuária. Nela são utilizadas modernas técnicas de produção, que possibilitam elevada produtividade.
Do total do rebanho do país, as maiores participações da Região Sul são de suínos e de frangos. Mais de 40% do rebanho suíno do Brasil é produzido no Sul, e também mais da metade do rebanho de frango.
O maior rebanho bovino do Sul encontra-se no Rio Grande do Sul. A criação de gado bovino no sul ocorre principalmente na forma extensiva. Muitas propriedades, no entanto, estão desenvolvendo a pecuária bovina de forma intensiva.
Com um grande número de pequenas e média propriedades rurais, de base familiar, a produção agrícola da Região Sul é uma das maiores e mais diversificadas do país.
As baixas temperaturas são propícias às culturas de trigo, aveia, cavada, centeio, uva e maçã, da quais a Região Sul é grande produtora.
A maior produção de carvão mineral do Brasil encontra-se em Santa Catarina, especialmente nas cidades de Criciúma, Lauro Muller, Siderópolis e Uruçanga.
O Sul é a segunda região mais industrializada do país.
Principais indústrias sulistas:
1. Indústrias têxteis – Hering e Sulfabril, localizadas em Blumenau; Malwee, localizada em Jaraguá do Sul, no estado de Santa Catarina;
 2. Indústrias metalúrgicas – Eberle, Tramontina e Gerdau, localizadas em vários municípios do estado do Rio Grande do Sul;
3. Indústrias alimentícias – Chapecó, Sadia e Perdigão, localizadas no estado do Paraná;
4. Indústrias de couro e de calçados – Azaléia, Dakota e a Ortopé, no Rio Grande do Sul;
5. Indústrias de bebidas, que processam parte da produção de uvas cultivadas na região.
Como em todas as demais regiões do Brasil, o setor terciário na Região Sul tem grande importância. Entre as atividades de prestação de serviços, o turismo é a que tem alcançado grande desenvolvimento. A região serrana do Rio Grande do Sul, conhecida como Serras Gaúchas está entre os pontos turísticos mais visitados no Sul.
No Paraná, um dos grandes atrativos são as Cataratas do Rio Iguaçu que, em sua foz, formam imensas quedas d’água.
Em Santa Catarina, o turismo de praias e a Oktoberfest, festa típica de influência alemã, trazem muitos turistas para o estado.























 











3 comentários:

d@nielle souz@ disse...

legal!!! ;D

The Best disse...

muito bom!!! tudo explicado o geito que eu precisava para estudar!

silas disse...

nao era isso que precisava mas vou colocar em meu trabalho